Você está em: Notícias»Secretários Municipais comparecem à Câmara, para prestarem esclarecimentos referente a falta de materiais e manutenções nas Escolas Municipais.

Secretários Municipais comparecem à Câmara, para prestarem esclarecimentos referente a falta de materiais e manutenções nas Escolas Municipais.

Secretários Municipais comparecem à Câmara, para prestarem esclarecimentos referente a falta de materiais e manutenções nas Escolas Municipais.
Ocorreu na tarde do dia 10 de novembro, a Sessão Ordinária, da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária. Na ocasião, foram ouvidos o Vice-prefeito Rodrigo Sampaio, atual Secretário de Educação, e o Secretário de Obras, Rogeine Marcos da Silva. A vereadora Carla Nicolau, questionou o Secretário de Educação referente a falta de folhas A4 nas escolas municipais, devido o número de cópias disponibilizadas não atender as demandas de alunos e professores. Cobrou a manutenção nas instituições de ensino que é de responsabilidade do Município. Citou as portas quebradas e soltas da Escola Municipal Marieta Rodrigues Soares. ‘’Rogeine, tem algum prazo para a Escola Marieta Rodrigues? Porque os pais estão indignados com a situação, estão cobrando dignidade para as crianças. A porta do banheiro é uma necessidade’’. Indagou a vereadora. Rodrigo Sampaio esclareceu ter visitado o local e garantiu que na próxima semana a equipe responsável estaria fazendo as instalações das portas. Quanto a Escola Municipal Sadi Alves Vieira, Carla cobrou sobre a reforma dos banheiros com pias quebradas, piso com rachaduras e solicitou uma fiscalização mais efetiva do Executivo. Vereadora Valéria Gama, interpelou esclarecimentos referente a construção da Escola do Bairro São Pedro. “Quando o projeto chegou na Casa para ser apreciado, o Secretário de Obras fez uma explanação plausível, demostrando a viabilidade da construção por ser mais barato que a convencional; moderna, de primeiro mundo, com vinte salas, ar-condicionado e sendo um projeto econômico. Nos foi apresentado que seria construído em quatro meses, no valor de 7 milhões de reais, a obra está indo para um ano de construção e atualmente está em 9 milhões de reais. Eu estive lá presencialmente na semana passada a obra estava parada. Quando vai terminar essa construção, o que a comunidade pode esperar? Como fiscalizar, e o que você tem a dizer sobre isso?” Sobre o atraso, o Secretário esclareceu que o período chuvoso atrapalhou os prazos anteriormente estabelecidos, informou ainda que durante a execução das obras houve necessidade de alteração na fundação do refeitório. No entanto, garantiu que em julho de 2023, entregará a obra para a população. Ainda sobre a Escola do Bairro São Pedro, Valéria perguntou: “Como será gerido o uso externo da quadra? A quadra hoje é um atrativo da região, vários moradores já alugaram para prática de esportes, e ao tornar aquisição da Prefeitura, como serão geridos os alugueis para a comunidade?” Rogeine afirmou que não haverá aluguel externo do espaço, a comunidade poderá procurar a direção da Escola para empréstimo da quadra. A falta de Professor de Geografia na Escola Zita Lucas, também esteve em pauta: “Como será feito a reposição da matéria para os alunos? É de responsabilidade do Município sanar este problema.’’ Perguntou Carla. Em resposta, Rodrigo Sampaio disse: “A Secretaria de Educação vem fazendo as convocações no processo de designação para algum profissional assumir as aulas. Estamos tomando todas as medidas cabíveis para conseguir um profissional.’’ Ao final, a vereadora Carla Nicolau, questionou se há algum projeto para construção de uma creche no Bairro Quintas São José, cobrou a instalação da academia na praça do Bairro, visto que já foi enviado a Emenda Parlamentar para realização da obra. Rodrigo Sampaio, informou que tem buscado recursos junto ao FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), para construções de creches no Município, no qual encontra muitas dificuldades nos terrenos institucionais em razão do número de invasões. De acordo com o Secretário, tem sido realizado estudos dos locais com maiores demandas. Rogeine esclareceu que os contratos em vigor no Município onde contemplam melhoria de praças, tiveram o processo licitatório lento. A instalação da academia vai depender ainda das condições do terreno, o secretário informou que não será possível o atendimento de diversas demandas no exercício, uma vez que o foco da Secretaria é a prevenção e proteção das famílias atingidas pelas recentes chuvas. A Comissão finalizou a Sessão agradecendo o comparecimento dos Secretários e os esclarecimentos prestados.


© 2022 - Desenvolvido por Lancer